Parceria UEMA e UNESP formará colaboradores do UEMAnet para acessibilidade na educação a distância

acessibilidadeA educação a distância (EaD) ao longo dos anos vem democratizando o acesso ao ensino ao ultrapassar barreiras geográficas, levando conhecimento a lugares que o ensino presencial não consegue alcançar. Mas, não é somente isso. É necessário, também, ofertar condições de acessibilidade às pessoas com deficiências. É necessário colocar em prática o uso das tecnologias assistivas, ou seja, apoiar o aluno com necessidades educativas especiais na inclusão.

É pensando por esse viés que a Universidade Estadual do Maranhão está implantando a  no seu ambiente virtual de aprendizagem, como forma de atender e apoiar esse aluno da melhor forma possível. O início dos trabalhos será em parceria com a Universidade Estadual de São Paulo (UNESP), que é referência quando o assunto é acessibilidade na EaD. A UNESP ministrará uma formação para os colaboradores do Núcleo de Tecnologias para Educação – UEMAnet, setor que trabalha a EaD e a produção de tecnologias educacionais dentro da UEMA.

“A inclusão social de pessoas com deficiência tem sido muito discutida atualmente, minimizando a segregação dessas pessoas dentro da Universidade. A EaD na perspectiva da inclusão deve acolher o aluno, independente das suas diferenças. E é por essa razão que a formação se faz necessária, para ajustar as condicionantes que tornam os cursos acessíveis. A ideia é que a EaD ofertada na Universidade inclua, sem exceção”, destacou a Coordenadora Geral do UEMANet, Profa. Ilka Serra.

A formação acontecerá de 06 a 08 de abril e terá o tema Educação Inclusiva e Gestão de Equipes Visando a Acessibilidade. Durante os três dias profissionais do Núcleo de Educação a Distância da UNESP (NEAD/UNESP) estarão na Universidade tratando os seguintes temas: Sensibilização da equipe UEMA para a educação inclusiva; Gestão de Cursos acessíveis: desafios na organização de equipes multidisciplinares para a incorporação da cultura inclusiva e de acessibilidade.

Além disso, farão uma formação para os tutores para que esses incorporem os conceitos da educação inclusiva e acessibilidade e sobre a implementação de materiais didáticos (vídeos, ebooks (PDF e HTML) no ambiente virtual de aprendizagem (AVA – Moodle), seguindo padrões de acessibilidade web e aplicação dos conceitos do desenho universal na EaD; Acessibilidade e Usabilidade: do planejamento do Design Educacional ao Design e produção de Materiais: Atividades, editoração, e-book, Storyboard de games, storyboard de animações, produção de vídeo (com libras, legenda e audiodescrição).

A equipe, também, dará uma explicação de como o AVA/UNESP passou pelo processo de adequação de acessibilidade: Implementação de códigos e ajustes de ferramentas no Moodle, seguindo padrões de acessibilidade web.

A Universidade abraça mais essa missão, entendendo que é necessário aspectos efetivos de acesso ao conhecimento para que haja autonomia e independência nas diferentes atividades propostas na EaD, e assim permitir que a cultura inclusiva adentre este espaço.

 

Por: Paula Lima

Compartilhar.