Palestra sobre Brasil na jurisdição internacional abre o I RIBAMAR Encontro Maranhense de Direito Internacional

IMG_9430Na noite de ontem (12), teve início, no auditório do Fórum Desembargador Sarney Costa, o I RIBAMAR: Encontro Maranhense de Direito Internacional, com a palestra “O Brasil nos debates da criação da jurisdição internacional: entre o sim e o não a uma jurisdição compulsória”.

A palestra de abertura foi ministrada pelo doutor em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e pós-doutor pelo Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Paulo Emílio Vauthier Borges de Macedo, que tem profundo conhecimento de Direito Internacional, inclusive livros publicados na área: O nascimento do direito internacional, Guerra e Cooperação Internacional; e Hugo Grócio e o Direito: o jurista da guerra e da paz.

Paulo Vauthier, durante a palestra, optou por explorar aspectos estudados durante seu pós-doutorado e que envolviam a Justiça Internacional. Ressaltando sobre a primeira vez que se falou em corte internacional e que esta foi a Corte Permanente de Justiça Internacional, sendo a antecessora da Corte Internacional de Justiça. Também refletiu a respeito do Direito Internacional do Brasil.

“A participação brasileira na norma do direito internacional é ampla e o país tem muito a falar sobre esse assunto por isso interessei-me por aprofundar os estudos IMG_9401sobre essa contribuição ”, disse.

Para o coordenador geral do evento, Rodrigo Bastos Raposo, o debate sobre Direito Internacional no Maranhão ainda é tímido e trazer especialistas no assunto é uma forma de despertar estudantes e profissionais para o tema.

“O I RIBAMAR surgiu para congregar profissionais e estudantes interessados nessa temática para que possam trocar informações a respeito. Para que o evento acontecesse, dois grupos de atividades da UEMA mobilizaram-se: o Grupo Manoel Beckman (com alunos de iniciação científica, extensão e pesquisa) e o Grupo de Direitos Sociais e Políticas Públicas (do CNPq), além do apoio de órgãos do judiciários e patrocinadores”, comentou.

Participaram da solenidade de abertura do evento a coordenadora Científica do  I RIBAMAR, Mônica Costa Souza, o representante do Fórum Desembargador Sarney Costa, Hélio de Araújo Carvalho Filho, e o diretor da Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (ESMAN), Paulo Sérgio Velten Pereira.

A programação prossegue até sexta-feira (15), com palestras, grupos de trabalho, mesas redondas e cursos.

Confira a programação completa, acessando o link  https://ribamar.vpeventos.com/

Por: Débora Souza

Fotos: Rafael Carvalho

 

Compartilhar.