Trote Solidário na UEMA ajuda crianças carentes

Ao invés de fazer trote, que tal fazer uma criança feliz?

Ao invés de fazer trote, que tal fazer uma criança feliz?

Ao invés de trote com os calouros, que tal uma convocação geral para ajudar a quem precisa? A partir dessa premissa, veteranos e calouros do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Estadual do Maranhão organizaram o XV Trote Solidário.

A entrega das doações arrecadadas aconteceu nessa terça no Bosque da UEMA, com direito a muitas brincadeiras, diversão, brindes e lanche para as crianças.

Vamos brincar de corda?

Vamos brincar de corda?

Esse projeto pioneiro, que poderá se tornar parte das atividades de extensão da Universidade no ano de 2018, teve início em 2006 e objetiva atender instituições filantrópicas com alimentos, materiais de higiene, materiais escolar, fraldas, etc. Nesta edição foram arrecadas cerca de 300 kg de alimentos.

Para a coordenadora do projeto, Kátia Soares, essa é uma oportunidade ímpar de mostrar tanto aos alunos que estão chegando na UEMA quanto aos veteranos, a importância de ajudar ao próximo. “O ato da entrega das doações é um momento que muito nos alegra e emociona”, frisou.

Neste ano, foram beneficiados o Lar de Calábria e a Creche Madalena. Nos anos anteriores foram atendidos: Lar de José, Casa de Apoio Criança Feliz, Hospital Aldenora Belo, Creche da Tia Gaúcha, Creche do Anjo da Guarda, Associação de moradores do Anjo da Guarda, Lar Terapêutico, Solar de Outono, Escola dos Cegos do Maranhão, Sonho de Criança, Sociedade Voluntária de assistência ao menor, Casa da Família, crianças da Cidade Operaria, a Igreja São João Calábria (Cidade Operária) e a Escola Paulo VI.

Para Teresinha Silveira, diretora da Creche Madalena, essa ação foi muito especial, pois além das doações, pois propiciou um momento lúdico e integrativa da UEMA com a comunidade do entorno. “Essa território é cheio de áreas que podem ser utilizadas para esse fim: integrar a comunidade. As crianças da creche são muito carentes de lazer e entretenimento também. Por isso, esse momento foi muito simbólico para todos nós, especialmente porque nesta semana comemoramos o dia das crianças”, concluiu.

Equipe de voluntários: calouros e veteranos da UEMA

Equipe de voluntários: calouros e veteranos da UEMA

A recepção para as crianças no Bosque da UEMA teve patrocínio da Empresa Junior de Administração da UEMA e a Empresa Psiu.

Por: Walline Alves

Compartilhar.