UEMA e Embrapa realizam dia de campo sobre manejo da cultura de arroz

dia de campo3A Universidade Estadual do Maranhão e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) realizaram na manhã desta terça-feira (15), na Fazenda Escola, um dia de campo sobre o manejo da cultura de arroz de terras altas.

O evento tem como objetivo discutir alternativas de manejo da cultura do arroz com ênfase no manejo integrado de doenças, pragas, ervas daninhas, cultivares e produção de sementes.

Participaram das atividades assistentes técnicos, acadêmicos, professores e extensionistas ligados à cadeia produtiva do arroz, que puderam conferir o Viveiro Nacional de Brusone e os principais cultivos de arroz do Maranhão para o sistema de terras altas.

Durante o evento os participantes puderam conferir temas como o manejo de pragas, preservação dedia de campo 3 inimigos naturais, produção de sementes no Maranhão, identificação e manejo de doenças do arroz, ministrados por professoras da UEMA e profissionais da Embrapa.

Segundo a coordenadora do evento, professora Joseane Rodrigues de Souza, o dia de campo foi desenvolvido para propiciar aos alunos o contato com algumas tecnologias que estão sendo criadas no estado na cultura arroz. “Preparamos esse dia para apresentar aos alunos as tecnologias usadas no estado, além de discutir outras alternativas de manejo da cultura do arroz. O dia é também uma forma de treinar esse alunos para a vida profissional, apresentado na prática o que está sendo transmitido apenas em sala de aula”, disse a professora.

Para o analista da Embrapa, Carlos Santiago, a iniciativa realizada dentro da Universidade, acontece no lugar ideal, pois os alunos serão multiplicadores na sua vida profissional do conhecimento adquirido durante a graduação. “O evento é importante para pensar na popularização da ciência, na propagação das tecnologias aqui apresentadas, em tudo que está sendo gerado e produzido. Todo esse conhecimento adquirido pelos estudantes poderá ser transmitido a produtores e comunidades ligadas a produção do arroz no Estado”, destacou Santiago.

As exposições sobre a cultura do arroz também foram apresentadas pela professora Joseane Rodrigues de Souza (UEMA), e pelo pesquisador na área de melhoramento genético da Embrapa, Guilherme Barbosa Abreu.

dia de campo 2

Por: Polyanna Bittencourt

Fotos: Edson Costa

Compartilhar.