Estudantes de Arquitetura e Urbanismo concluem 1ª etapa das OPPS


Por em 6 de maio de 2012



Os estudantes do Curso de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade estadual do Maranhão, concluíram, nos dias 4 e 5, a primeira etapa das Oficinas Participativas de Planejamento Sustentável (OPPS), no auditório do Curso de Arquitetura e Urbanismo.

Na noite dessa sexta-feira (4), foram realizados trabalhos em grupos para elaboração de ações, intervenções, referências projetuais, analogias e boas práticas, no qual os alunos conceituaram e problematizaram os assuntos em questão, além de realizarem coletas de dados e entrevistas com moradores. Já no sábado, foram realizadas as apresentações dos projetos de cada equipe.

O tema central para as discussões é “Futuros Possíveis para São Luís”. Trata-se de um projeto de extensão universitária destinado à formação e capacitação de cidadãos, estimulando-os a atuar de maneira mais propositiva diante dos inúmeros problemas da cidade.

Nesse primeiro módulo, os acadêmicos trabalharam com a elaboração de projetos para o Centro Histórico de São Luís, juntamente com moradores do bairro, sob a orientação dos professores Alex Oliveira, Fabiola Aguiar, Márcia Marques e Marluce Venâncio.

De acordo com o professor Alex Oliveira, “o evento está sendo muito rico e com muitas possibilidades de projetos e ações para o Centro Histórico. Uma contribuição muito boa para os nossos alunos, para entenderem os reais problemas que os moradores enfrentam, a realidade do ambiente, não simplesmente pelo lado turístico e cultural do bairro, mas como um espaço onde pessoas moram e enfrentam dificuldades para manterem suas casa, sua segurança”.

 “Os estudantes estão em contato com a comunidade e o morador está tendo a oportunidade de ser ouvido, de trabalhar como planejador urbano. Um grande ganho da oficina”, ressalta o professor.

Segundo Fonseca Maranhão, membro da União dos moradores do Centro Histórico, “É bom ser lembrado. A direção do evento foi muito feliz ao lembrar-se da nossa comunidade e das atividades que estamos realizando. Está sendo uma troca muito rica de conhecimento de ambas as partes”.

Para Igor Miranda Pinto, estudante do 6º período de Arquitetura e Urbanismo, “quando nós fazemos um projeto, seja ele urbano ou arquitetônico, nós não estamos fazendo algo para nós mesmos, mas para a comunidade. A importância do OPPS é a de estarmos realizando um projeto junto com a comunidade. Não há ninguém melhor do que a própria comunidade para dizer o que o Centro precisa”.

As demais etapas das OPPS estão previstas para os dias 25 e 26 de maio e 1 e 2 de junho (módulo Rio Anil), 15, 16, 21 e 22 de junho (módulo Maracanã). O encerramento do curso de extensão está previsto para o dia 6 de Julho de 2012.

 

 

 



Últimas Postagens - Array /