Docentes do CESC desenvolvem o Projeto Guardiães da Leitura


Por em 14 de setembro de 2012



Democratizar o acesso das salas de leitura e bibliotecas, de escolas públicas estaduais, da Unidade Regional de Educação de Caxias (URE), esse é o principal objetivo do Projeto Guardiães da Leitura.

Desenvolvido pelo Departamento de Letras do Centro de Estudos Superiores de Caxias (CESC) da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), o projeto visa, ainda, tornar concreto o acesso da comunidade escolar ao acervo do Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE*).

Iniciado em 2011, o “Guardiães da Leitura” conta, atualmente, com a colaboração de 51 alunos do Ensino Médio, 27 acadêmicos do Cesc (1 do Curso de Biologia e 26 de Letras), 1 bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Extensão (Pibex/Uema), além de professores do Departamento de Letras do Cesc e de representantes da URE.

Segundo a coordenadora do projeto, a professora doutora Joseane Maia Santos Silva, após a seleção desses colaboradores, denominados de “guardiães”, são oferecidas a eles um ciclo de oficinas de leitura que visam à capacitação e à orientação desses. E, ainda, são realizados encontros para a avaliação e socialização das experiências vivenciadas.

Uma vez preparados para atuar com guardiães, esses colaboradores foram lotados na biblioteca do CESC e nas salas de leitura ou bibliotecas de 11 escolas estaduais daquele município, para cumprirem uma carga horária de 8 horas semanais por turno.

Os “guardiães” tem empenhado esforços para tornar as práticas leitoras efetivas por partes de estudantes, professores e da comunidade em geral. Para isso, o projeto tem desenvolvido ações de leitura, contemplando as oficinas e campanhas para divulgação do acervo nas bibliotecas alcançadas pelo programa, bem como empréstimos de livros.

Os resultados, além do aspecto qualitativo, podem ser numericamente expressos. Ao todo, 8.366 alunos da rede estadual tem sido beneficiados nas escolas contempladas, através do acesso à biblioteca, em que são feitas consultas ao acervo, além de empréstimos de livros. Além disso, graças a uma parceria com uma empresa privada daquele município, o projeto conseguiu informatizar o acervo de 5 escolas estaduais.

Além dessas estratégias, o programa de incentivo ao acesso a democratização da leitura desenvolve outras ações, que estão disponíveis no blog:                              http://guardiaesdaleituracaxias.blogspot.com

·         MAIS SOBRE O PNBE

O Programa Nacional da Biblioteca da Escola (PNBE) tem como objetivo principal reverter o quadro histórico de restrição do acesso ao objeto livro por parte da população escolar brasileira. Com acervo diverso, o programa tem contemplado níveis de ensino e públicos diferentes: do Ensino Fundamental ao Ensino Médio (PNBE/98, 99, 2005 a 2009), o professor (Biblioteca do Professor/2000 até 2010), a criança, o jovem, a família (Literatura em Minha Casa/2001 a 2004) e o adulto (Literatura em Minha Casa-EJA-2003/2004).

           

 



Últimas Postagens - Array /