Parceria entre Uema e Fundepec vai assegurar qualificação de médicos veterinários na área de defesa sanitária animal


Por em 27 de outubro de 2012



A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) e o Fundo de Desenvolvimento da Pecuária do Estado do Maranhão (Fundepec-MA) assinaram, na manhã desta sexta-feira (26), um convênio de Cooperação Técnico-Científica com o propósito de subsidiar as taxas de matrículas dos estudantes da primeira turma do Mestrado Profissional em Defesa Sanitária Animal.

O documento que formaliza a parceria foi assinado no auditório do Curso de Medicina Veterinária, localizado no Campus Paulo VI, entre o reitor da Uema, professor José Augusto Silva Oliveira, e o presidente do Fundepec-MA, Osvaldo Rodrigues Serra. Também participaram da cerimônia a diretora do Centro de Ciências Agrárias (CCA), Francisca Neide Costa; o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Uema, Porfírio Candanedo Guerra; além de alunos e professores do mestrado.

Conforme cláusula do convênio, o Fundo vai custear a taxa de matrícula semestral de 19 médicos veterinários que atuam na área de Defesa Sanitária Animal e que desejam aprofundar seus conhecimentos, por meio do curso de mestrado, realizado pela Uema, com aprovação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A iniciativa de buscar esta parceria partiu da diretora do CCA, Francisca Neide Costa, por reconhecer a importância do mestrado que surge pautado nas demandas do estado, abrindo uma possibilidade para aqueles que desejam adquirir conhecimentos mais específicos sobre a área, mas não pretendem seguir carreira acadêmica.

Por ocasião da assinatura, o presidente do Fundepec-MA, Osvaldo Serra, falou da satisfação em poder cooperrar com este projeto da Uema, que vai qualificar profissionais indispensáveis para o desenvolvimento do setor do agronegócio maranhense. “O que queremos é contribuir com a classe e com a Instituição, a fim de que juntas possam oferecer serviços de qualidade ao estado”, justificou.

Já o reitor José Augusto Silva Oliveira agradeceu a parceria, afirmando que iniciativas desta natureza são fundamentais para que a Universidade dê continuidade às suas ações, no sentido de cada vez mais desenvolver o ensino, a pequisa e a extensão.

O curso – Com duração de 2 anos, o Mestrado Profissional em Defesa Sanitária Animal da Uema foi iniciado em agosto de 2012. Trata-se de uma modalidade de capacitação na qual não é necessária a dedicação exclusiva à pesquisa.

Participam desta turma profissionais portadores do diploma de médico veterinário, que atuam junto à Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged/MA), à Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa) e médicos veterinários autônomos que atuam como responsável técnico na indústria  de alimentos (laticíneos e matadouros).



Últimas Postagens - Array /