Tarde de mesas redondas durante o III Simpósio de História do Maranhão Oitocentista


Por em 6 de junho de 2013



Aconteceram, durante toda a tarde de ontem (5), as mesas redondas do III Simpósio de História do Maranhão Oitocentista, que está sendo realizado no prédio do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual do Maranhão (Uema) – Centro Histórico.

Os temas das duas mesas são “Impressos na transição do mundo luso brasileiro”, com os professores Marcello Basile (URFJ), Marcelo Galves (Uema) e Thaís Buvalivas (USP); e “Projetos políticos na construção do Império”, dos professores Andréa Slemian (Unifesp), Regina Faria (UFMA) e Yuri Costa (Uema). Cada uma abordou aspectos importantes do período oitocentista, fatos que interferiram na vida social dos brasileiros na época do Império.

Sobre o tema "Projetos políticos na construção do Império", a professora Andréa Slemian destaca: “É fundamental num evento como esse, e, ainda mais porque nós costumamos pensar que a construção imperial do Brasil sempre foi algo muito unitário, muito centralizado, onde alguns grupos dos centros sul sempre teriam dominado a construção da política nacional”.

Sobre os planos políticos, a professora explica que a existência desses projetos foram, em muitos aspectos, divergentes e profundos nas construções das instituições nacionais, que segundo ela, são muito difíceis de reduzir a uma dicotomia de ‘centro-província’. “Esse universo de complexo que envolve questões para o entendimento do Império-Brasil, está presente nesse congresso e nessa mesa talvez em particular”, apontou.

Amanhã acontecerá o encerramento da programação do III Simpósio de História do Maranhão Oitocentista, que reuniu 58 trabalhos científicos, apresentados durante os simpósios temáticos.



Últimas Postagens - Array /