Uema discute convênio com pesquisadores da Universidade do Arizona


Por em 20 de junho de 2013



A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) encontrou-se, na manhã de ontem (19), com pesquisadores e gestores, para discutir o Convênio de Cooperação Técnica com a Universidade do Arizona –Texas/EUA, assinado no mês de março.

A reunião aconteceu no prédio da Reitoria e foi presidida pelo vice-reitor Gustavo Costa, com a participação dos antropólogos e cientistas sociais Timothy J. Finan (Universidade do Arizona) e Donald Nelson (Universidade da Georgia); do pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG), Porfírio Guerra; da diretora do Centro de Ciências Agrárias (CCA), Francisca Neide; do diretor do Curso de Engenharia de Pesca, Haroldo Barroso; do coordenador, pela Uema, do projeto de intercâmbio entre as duas instituições, Thales Passos de Andrade; das alunas que fazem parte do projeto de intercambio: Luminita Mandache e Emily Horton (doutorandas da Universidade do Arizona), além de Isabela Guterres e Polyanna Bordinassi da Silva (do Curso de Engenharia de Pesca – Uema).

Em março, o reitor José Augusto já havia assinado um convênio de cooperação técnica com a Instituição, no qual consta que as duas universidades se comprometem em promover colaborações mútuas, por meio de estratégias abrangentes e, que, nos estágios iniciais de cooperação está incluído o intercâmbio de professores e estudantes, bem como design de projetos de colaboração de pesquisa, incluindo o desenvolvimento de propostas formais de fundos de cada pesquisa.

Nessa quarta, a reunião serviu para discutir particularidades e reforçar projetos futuros que envolvem, dentre outras ações, a realização de eventos científicos, tecnológicos e de inovação, como o “1°Workshop Internacional de Cooperação de Pesquisa e Educação entre a Uema e a Universidade do Arizona”, que deverá acontecer em agosto.

O professor Timothy Finan, que já havia visitado anteriormente o Campus Paulo VI, ressaltou, que nessa segunda visita já existe um conteúdo concreto, “podemos dizer que nossa colaboração está virando uma realidade, temos muitas coisas para fazer pela frente”, apontou.

“Nós queremos intensificar essa troca de experiência e intercâmbio de pessoas, essa é uma ação que acho fundamental para mantermos a intensidade necessária e desejada para nosso convênio. Nós já fizemos uma proposta, que visa um convênio ‘guarda chuva’, ou seja, que dentro disto, seria por parte da Uema trabalhar com quilombos e outros grupos no interior do estado, abrir canais de comunicação entre as comunidades rurais e o que temos aqui, em termos de experiência na universidade”, afirmou Finan.

Na oportunidade, o professor Gustavo Pereira destacou o grande interesse da Uema na realização da parceria, não só por parte dos professores, mas dos estudantes que, motivados por programas governamentais como o “Ciência sem Fronteiras” e com a possibilidade de ampliar seus horizontes acadêmicos, querem “ganhar o mundo” e alcançar proporções maiores.

Também está firmado no compromisso assinado, o recebimento de professores e cientistas de pós-doutorado, além de estudantes em nível de graduação e pós-graduação. A respeito disto, o professor Gustavo salientou: “A Uema está institucionalizando uma Assessoria de Relações Interinstitucionais, inclusive com instalações próprias, com uma equipe que irá cuidar disso, com condições de receber em melhores possibilidades não só alunos, mas também, professores.

A Universidade do Arizona – localizada na cidade Tucson, no Arizona – Estados Unidos, foi a primeira universidade do estado, fundada em 1885. A missão da academia é "descobrir, educar, servir e inspirar". Sendo ela um dos membros eleitos da Associação de Universidades Americanas – uma organização de instituições de primeira, em termo de pesquisa na América do Norte.

 



Últimas Postagens - Array /