PAR atende municípios na fase de atualização


Por em 22 de julho de 2013



A equipe de coordenadoras do Plano de Ações Articuladas (PAR) realizou uma oficina de atualização da fase de análise com 120 municípios do Maranhão, no período de 17 a 21 de junho, no Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA (UemaNet), local onde está instalada a coordenação do PAR.

A etapa de atualização compreende os municípios na fase de análise que estão com nova gestão municipal. A ideia surgiu das inúmeras solicitações dos municípios ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para ajustes de informações no Plano.

A assistência técnica prestada pelas coordenadoras foi orientar os municípios no preenchimento dos passos que consiste a atualização do PAR, ou seja, os municípios tiveram que elaborar uma justificativa para que o Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle (SIMEC) liberasse a atualização, após isso, inicia propriamente a atualização, que é quando os municípios revisam as informações postadas nos dados da unidade e nas questões pontuais, procedendo as alterações pertinentes e depois valida essas informações. Em seguida o município vai explicar se atingiu a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), descrevendo quais ações do PAR foi realizada pelo município que contribui para o alcance dessa meta.

Caso o município não tenha alcançado a meta, ele justificará e se comprometerá a atingi-la com base nas quatro dimensões do PAR que são: Gestão Educacional, Formação de Professores e de Profissionais de Serviço e Apoio Escolar, Práticas Pedagógicas e Avaliação e Infraestrutura Física e Recursos Pedagógicos. Logo após, o sistema avalia a situação atual do município caso haja alguma pendência com o Monitoramento de Obras, com validação de Termo de Compromisso e no Sistema Habilita, o município só prosseguirá com atualização após resolver essas pendências. O próximo passo consiste na seleção das subações que serão alteradas e incluídas e a última etapa é a alteração e preenchimento das subações selecionadas e envio para análise.

A oficina teve duração de 8 horas para cada grupo de municípios atendidos, ao longo da semana, dos 126 municípios convidados, compareceram 120, porém a equipe de coordenadoras continua contatando os municípios que, ainda, não vieram para a oficina.

Algumas cidades que participaram da oficina, solicitaram à equipe do PAR um curso de capacitação técnica, como foi o caso do município de São Luís, que no dia 17 de julho realizou treinamento no UemaNet com as Coordenadoras Marina Pereira e Alexandra Smith. O treinamento consistiu em orientação sobre a fase de diagnóstico, elaboração e novas orientações sobre o preenchimento da atualização do PAR.



Últimas Postagens - Array /