Diretor do Cidepe visita sede do Programa Darcy Ribeiro


Por em 13 de setembro de 2013



Na tarde desta terça-feira (10), o reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), José Augusto Silva Oliveira e a Coordenadora Geral do Darcy Ribeiro, Andrea de Azevedo Cutrim, receberam a visita do Diretor do Centro Industrial de Equipamentos de Ensino e Pesquisa – CIDEPE, Luiz Ramos, e do Gerente Comercial do Centro, Daltro Brayer, na sede do Programa em São Luís.

Durante a visita, eles conversaram sobre a parceria com o Programa Darcy Ribeiro, sobre o ensino experimental no Brasil e também sobre os equipamentos de ponta desenvolvidos pelo Centro Industrial.

Trajetória do Cidepe

O Cidepe é uma empresa de referência em instrumentos educacionais no Brasil e no exterior, sendo um dos maiores fabricantes de equipamentos para laboratórios da América Latina.

Aliando grande experiência e um time de profissionais extremamente capacitados em desenvolver soluções para o ensino experimental, o Cidepe pesquisa, produz e comercializa produtos voltados ao desenvolvimento humano.

O Centro Industrial é líder no mercado brasileiro de fornecimentos de equipamentos nos seguimentos de Fisiologia, Ciências, Biologia, Química, Física, Matemática, Engenharia, Arquitetura, Astronomia, Agricultura, Óptica profissional, Hidráulica, entre outros, e hoje também importa seus produtos para diversos países do mundo como México, Peru, Colômbia e Bolívia.

Para o Gerente Comercial do Centro, Daltro Brayer, a posição que o Cidepe ocupa hoje no mercado é a consequência de um conjunto de diferenciais: uso das tecnologias mais recentes do mercado, equipamentos com patentes, treinamentos in loco, manuais detalhados e personalização dos produtos de acordo com a necessidade do cliente – como aconteceu com o Darcy Ribeiro. “Buscamos oferecer soluções inovadoras para a educação experimental, logo, desenvolvemos um conjunto de equipamentos personalizados para a realidade deste Programa e a satisfação foi total”, disse.

Daltro afirmou ainda que o Cidepe trabalha com a criação de dois ou três equipamentos ou um conjunto de equipamentos por ano e possui mais de 15 mil clientes, entre instituições de ensino públicas e particulares do ensino técnico e superior – principalmente nas áreas de licenciatura e as engenharias.

O Darcy Ribeiro e o Cidepe

Atualmente, os laboratórios de ensino de 33 Polos do Programa Darcy Ribeiro são equipados com produtos do Cidepe. E, para a Coordenadora Geral do Programa, Andrea de Azevedo Cutrim, isto é fundamental para o desenvolvimento educacional dos acadêmicos. “Com a possibilidade de termos os laboratórios de ensino equipados com produtos de tão alta qualidade, para que os alunos pudessem aliar teoria à prática, garantimos o sucesso no processo ensino-aprendizagem dos nossos futuros professores. O aprendizado nas Ciências (Química, Física, Matemática e Biologia), tem que estar aliado às aulas laboratoriais. A ausência dos experimentos compromete o ensino dessas matérias”, ressalta Andrea Cutrim.

Durante a reunião, o Reitor da UEMA, José Augusto Oliveira, falou sobre a importância do Programa para a melhoria da educação básica no Maranhão. “O Darcy Ribeiro foi planejado com a perspectiva de formar professores, em especial das áreas de ciências, assim, é necessário que o conhecimento seja construído não somente através de aulas teóricas, mas também por práticas laboratoriais, o que enriquece a formação destes acadêmicos”, ressaltou.

A Importância do Cidepe para o ensino experimental

Indagado sobre a importância do Cidepe para o ensino experimental, Daltro Brayer afirmou que o Centro tem uma tecnologia que proporciona muita velocidade aos experimentos, dando dinamismo à aula. “O professor consegue ter uma velocidade muito rápida na execução do experimento, sem perder a característica fundamental: transmitir o conhecimento. Criamos dispositivos e uma interface muito rápida para execução dos experimentos, e isso permite que o professor tenha um bom percentual de tempo tanto para a aula teórica quanto à prática”, frisou.

Inovação

“Ter uma empresa aliada à inovação é fundamental no mundo em que vivemos”, disse o Diretor do Cidepe, Luiz Ramos. Para ele, é primordial que a empresa acompanhe as mudanças tecnológicas. “Ou incorporamos os conhecimentos que estão chegando, o mais rápido possível, ou ficamos fora do contexto”, observou.

Luiz Ramos frisou ainda que a educação no Brasil precisa correr atrás dessa defasagem tecnológica. “Para suprir isso, pesquisamos muito e buscamos desenvolver uma grande variedade de produtos”, lembrou.

Segredo do sucesso

Para finalizar, Luiz Ramos ressaltou que “quem gosta do que faz, tem uma vantagem muito grande sobre os demais. Se a pessoa está disposta, se pretende incorporar sempre os novos conhecimentos às suas atividades profissionais e se tiver perseverança, certamente terá grandes vantagens no que estiver disposta a realizar”.



Últimas Postagens - Array /