Uema participa de Seminário Internacional Carajás 30 anos


Por em 5 de maio de 2014



A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) participa, até sexta-feira (9), do Seminário Internacional Carajás, que acontece na Cidade Universitária do Bacanga (Ufma), e reúne pesquisadores elíderes de movimentos sociais e religiosos para debater sobre a temática “Resistências e Mobilizações frente a projetos de desenvolvimento na Amazônia oriental”.

Representando a Uema, a diretora do Centro de Ciências Exatas e Naturais, Andrea Araújo, participou da solenidade de abertura, que aconteceu na manhã de hoje (5), e contou com a presença do diretor do Centro de Ciências Humanas da Ufma, Francisco de Jesus Silva de Souza; do Pró-Reitor de Extensão e Relações Institucionais do Ifma, Marco Torreão; e do coordenador do Seminário Internacional Carajás, Horácio Antunes de Sant'Ana Junior.

Durante os cinco dias de atividades, todos estarão debruçados sobre as consequências da implantação de projetos de alto impacto na Amazônia, com foco especial na mineração, agronegócio, siderurgia, trabalho escravo, meio ambiente e resistências populares.

Pesquisadores da Uema integrarão Mesas de Debates, Grupos de Trabalhos e diversos estudantes apresentarão trabalhos em formato de pôsteres. Além das questões acadêmicas levantadas, serão debatidas as falas de representantes de grupos sociais e povos tradicionais, que contarão suas experiências de convívio.

De acordo com o coordenador geral do evento, Horácio Antunes, o objetivo do Seminário é discutir criticamente os 30 anos da atuação do Programa Carajás na Amazônia Oriental, seus efeitos para as comunidades, para os povos e para a população local. “Nós estamos reunindo pesquisadores, líderes de movimentos sociais, religiosos, agentes da sociedade e do governo, no sentido de pensar em todos esses 30 anos. Quais os seus efeitos, seus resultados e como esses grandes projetos de desenvolvimento que vêm se instalando na região, modificam a paisagem ambiental e como altera os modos de vida”, apontou.

Ainda de acordo com Horário, o Seminário Carajás 30 anos conta com 75 palestrantes, oriundos de 11 países diferentes, recebendo inscrições até amanhã (06).



Últimas Postagens - Array /