Abertura da III Jornada de Ciência Sociais da Uema


Por em 27 de agosto de 2014



Na tarde de ontem (26), foi realizada a abertura oficial da III Jornada de Ciência Sociais da Universidade Estadual do Maranhão (Uema). O evento aconteceu no Convento das Mercês – Centro Histórico e contou com a participação expressiva de estudantes, professores e convidados.

Com a temática “Democracia, Desenvolvimento e Conflitos Sociais”, a III Jornada se estenderá até a próxima quinta-feira (28), serão realizadas conferências, mesas redondas, sessões de vídeos, colóquios, minicursos e lançamento de livros.

Participaram da solenidade de abertura o reitor da Uema, José Augusto Silva Oliveira; a profa. Marivânia Furtado, representando a pró-reitora de Extensão e Assuntos Estudantis, Vânia Lourdes Martins; o diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, José Antônio Ribeiro de Carvalho; o chefe do departamento de Ciências Sociais e coordenador do evento, Domingos Cantanhede; e a diretora do curso de Ciências Sociais, Karina Borges.

O chefe do departamento de Ciências Sociais e coordenador do evento, Domingos Cantanhede, destacou que a III Jornada visa realizar o intercâmbio de conhecimentos e experiências, demonstrando o rigor que as Ciências Sociais estão logrando na universidade.

O diretor do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, José Antônio Ribeiro de Carvalho, destacou: “é uma satisfação participar de um evento desse porte que foi pensado de forma bastante coletiva, com o envolvimento dos alunos que deram uma contribuição significativa”.

Na oportunidade, foi realizada uma sessão de homenagens aos seguintes professor e cientistas sociais: Mundicarmo Ferretti; Maria de Lourdes Cirqueira; Alba Maria Pinho de Carvalho e Alfredo Wagner.

O reitor José Augusto Silva Oliveira disse, em sua fala, “hoje é um dia muito feliz para a Uema, em momentos como este é que podemos vivenciar o quanto a Universidade é rica e importante no meio em que elas atua. A minha fala, nesta oportunidade, pouco acrescenta diante destas homenagens que enriquecem a solenidade”. E finalizou: “tenho a convicção que a temática escolhida trará extremas contribuições em benefício da coletividade, diante da presença de tantas inteligências”. 

Posteriormente, foi proferida pela professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Alba Maria Pinho de Carvalho, a conferência de abertura intitulada “Democracia, Desenvolvimento e Conflitos Sociais”. A professora mencionou: “é um imenso prazer partilhar minhas reflexões produzidas ao longo de meses. Ressalto o significado de um espaço para um pensamento crítico dentro do contexto universitário”. E afirmou: “essa minha fala abre um coletivo de reflexões que vai se estender em toda a Jornada”.

O evento tem como objetivo fomentar um amplo debate, envolvendo a comunidade acadêmica e a sociedade em geral, acerca de conceitos centrais como “democracia” e “desenvolvimento” que inspiram e norteiam as políticas governamentais e os investimentos econômicos nas últimas décadas no país, propondo a criação de um espaço público de socialização de experiências e de pensamentos que analisam as formas atuais de mobilização política.

 



Últimas Postagens - Array /