Pró-Reitor recebe visita de representantes do Ministério da Defesa e do Projeto Rondon


Por em 24 de agosto de 2015



unnamed (7)

O Pró-Reitor de Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Porfírio Candanedo Guerra recebeu, na manhã de hoje (24), no gabinete da PROEXAE, a visita do Coronel Abrantes e do Tenente Coronel Alexandre Fortes representantes do Ministério da Defesa que coordena o Projeto Rondon. Participaram ainda da visita, o coordenador de Extensão da PROEXAE, Helder de Moraes Pereira e a equipe da Pró-Reitoria.

O objetivo da visita foi verificar o andamento da emissão de projetos na UEMA para o Projeto Rondon Regional Maranhão, Operação Bacuri, que será realizada em Janeiro de 2016, em 10 municípios do programa mais IDH, sendo estes: São João do Carú, Conceição do Lago Açú, Pedro do Rosário, Centro Novo do Maranhão, Serrano do Maranhão, Amapá do Maranhão, Gov. Newton Belo,Cajari, Brejo de Areia e Satubinha.

De acordo com o coordenador de Extensão da PROEXAE, Helder de Moraes Pereira, “a visita buscou mobilizar os professores para enviarem seus projetos e participarem da Operação Bacuri, que é destinado as IES do estado do Maranhão que será realizada nos dez municípios que fazem parte do programa mais IDH”.

“O prazo final para o envio dos projetos é até o dia 31de agosto, com a data de divulgação prevista para outubro, em que 200 alunos irão participar, nos 10 municípios, sendo 20 rondonistas em cada um, 18 alunos e 2 professores”, enfatizou Helder de Moraes.

Após a reunião inicial no gabinete, os representantes do Ministério da Defesa conheceram as dependências do Campus Paulo VI e reuniram-se com o vice-reitor, Walter Canales.

PROJETO RONDON – OPERAÇÃO BACURI

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população.

O Rondon Regional/Especial no Maranhão, que recebeu o nome de ‘Operação Bacuri’, terá a execução do Ministério da Defesa, em parceira com a Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e Secretaria de Estado da Igualdade Racial (Seir), além das Instituições de Ensino Superior (IES) do estado. E, conta com as seguintes áreas temáticas: Grupo A – Cultura, Direitos Humanos e Justiça; Educação e Saúde; e Grupo B – Comunicação, Tecnologia e Produção; Meio Ambiente e Trabalho.

As ações desenvolvidas pelo projeto ocorrem em regiões com maiores índices de pobreza e exclusão social, bem como áreas isoladas do território nacional que necessitem de maior aporte de bens e serviços. No Maranhão, as atividades serão desempenhadas exclusivamente pelas universidades maranhenses.

Por: Karla Almeida



Últimas Postagens - Array / noticias-uema