UEMA participa da construção do PAR 2016-2019


Por em 8 de junho de 2016



PARA Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC) realiza, nas dependências do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET), cidade universitária Paulo VI, o “Encontro Técnico de Orientação para Elaboração do Diagnóstico do Plano de Ações Articuladas – PAR 2016-2019”.

A coordenadora do PAR, Alexsandra Smith, declara que o encontro, que tem como público alvo prefeitos, secretários e técnicos de educação, discute essencialmente, o Plano de Ações Articuladas, que é uma ferramenta pensada pelo Ministério de Educação para favorecer os municípios na construção de um planejamento articulado que concretize um regime de colaboração entre os entes federados, dividido em quatro grandes dimensões: gestão educacional, formação de professores e profissionais de apoio escolar, prática pedagógica e avaliação, e estrutura física e recursos pedagógicos.

Ela explica que nesse processo de elaboração, os trabalhos acontecem em duas fases: a do diagnóstico e a própria elaboração do plano. “Neste momento estamos trabalhando com os municípios, orientando-os tecnicamente para a elaboração do diagnóstico. Nesta fase, os municípios vão se planejar na sua própria localidade, visando levantar as necessidades em cada dimensão sinalizada.índice

Já a articuladora Institucional do PAR na UEMA, Eliza Flora, informa que haverá uma segunda fase do plano, em que serão convocados todos os municípios para uma formação técnica. Essa, conforme mostra a professora, será o momento que eles irão sistematizar ações de sua própria responsabilidade e ações de assistência técnica e financeira do MEC, “porque a partir de 2012, todos os financiamentos e transferências voluntárias só serão possíveis via PAR. Eles (os municípios) é que são os protagonistas, eles é que vão elaborar o plano, nós estamos aqui apenas assessorando e acompanhando este processo”, esclarece Eliza.

O secretário de Educação do Município de Ribamar Fiquene, Antonio Cardoso, explica sua participação proveitosa na reunião, evidenciando os benefícios que ela trará para sua região. “Agora, estamos no diagnóstico do novo ciclo 2016-2019, em que temos a oportunidade de estar avaliando as ações, metas e estratégias do PNE para colocar no PAR, construindo, assim, uma boa educação para o futuro que já começou”, acredita o professor.

A preparação do documento, junto às prefeituras, acontece, também, com a participação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME).

À UEMA, compete fazer a intermediação, por meio das tecnologias de comunicação e informação, fortalecendo o trabalho da assessoria técnica para a elaboração e o acompanhamento do plano, que atenderá às necessidades dos 217 municípios.

Texto: Alcindo Barros

Fotos: Andriolli Araújo



Últimas Postagens - Array / noticias-uema