Conselhos Superiores discutem e aprovam pauta importante para a vida acadêmica da UEMA


Por em 5 de outubro de 2017



IMG_20171004_171756716 - CopiaA Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) reuniu ontem e hoje, no auditório do UEMANET, os Conselhos de Administração (CAD), de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) e Universitário (CONSUN), sob a presidência do vice-reitor Walter Canales, acompanhado dos pró-reitores Andréa de Araújo (PROG), Gilson Mendonça (PRA), Marcelo Cheche (PPG), e Paulo Catunda (PROEXAE), bem como de conselheiros dos diversos campi da instituição na capital e no interior do Estado.

Os assuntos apreciados no CAD, de extrema relevância para a vida acadêmica da universidade, foram os projetos de criação dos Núcleos de Engenharia de Pesca e seus laboratórios; de Pesquisa e Extensão – Habitat Urbano e Rural (ATHUAR); a Proposta de Resolução de serviços continuados no âmbito da UEMA; a Proposta de prorrogação do Programa Bolsas Permanentes; e a Revisão da quantidade de bolsas permanência para 2018.

No CEPE, tiveram como destaques vários assuntos, entre eles, o Calendário Universitário para 2018; a Proposta de Criação e Normatização do Curso de Apoio Pedagógico ao Discente da UEMA; os Projetos do Curso de Mestrado Profissional em Educação; de Mestrado Interdisciplinar em História, Letras e Educação; o Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Gestão Pública na modalidade a distância; e as Propostas de Resolução que estabelece normas para a realização de pós-doutorado na UEMA; e que disciplina a realização de Cursos de Mestrado e Doutorado em Regime de Cautela.

Já o CONSUN, nesta manhã, busca discutir e homologar, os assuntos referenciados acima e outros direcionados a ele próprio, como é o caso dos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Pedagogia Licenciatura do Campus de Santa Inês; de Tecnologia em Alimentos na modalidade a distância, do CCA; de Ciências Biológicas, do Campus de Bacabal; do Projeto do Curso de Pós-Graduação Latu Sensu em Gestão Pública na modalidade semipresencial  (uma parceria entre a UEMA e a Assembleia Legislativa do Maranhão); e, por fim, a Proposta de Resolução de Diplomas pela UEMA.

Conforme aponta o professor Walter, a reunião dos Órgãos Colegiados é sempre um momento em que se reúne os conselheiros para debater assuntos de interesse da universidade, com pró-reitores, diretores de centro, chefes de departamentos, e diretores de cursos dos campi da Universidade Estadual do Maranhão, na capital e no interior.

“Como pontos relevantes da pauta, por exemplo, temos a aprovação do nosso calendário acadêmico para 2018, em que fazemos um planejamento das datas de vários eventos não só do ensino, da pesquisa e da extensão, mas de outros ligados a requisitos administrativos e planejamentos da universidade”, explica o vice-reitor.

Segundo ele, outros assuntos importantes em debates e com vistas a aprovação são os núcleos de pesquisa para a Arquitetura e Engenharia, a aparição de projetos pedagógicos de cursos de graduação na modalidade a distâncias e de licenciatura, além da criação de um curso de cerca de 45 horas para o apoio pedagógico aos alunos da UEMA, que possuem deficiências em alguma disciplina no seu curso de origem. “Temos também outra pauta interessante que é sobre a revalidação de diplomas frente à nova legislação do MEC e da CAPES dos diplomas de cursos realizados em outras universidades, inclusive no exterior”, conclui Walter.

Texto: Alcindo Barros



Últimas Postagens - Array / noticias-uema