UEMA e SEDUC firmam parceria para implantação de cursos a distância


Por em 23 de outubro de 2017



???????????????????????????????

Com o objetivo de aproximar a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e a Secretaria de Estado da Educação (SEDUC), na formação de professores e servidores da Rede de Ensino, o reitor Gustavo Pereira da Costa e o secretário de Educação do Estado, Felipe Camarão, assinaram, na tarde desta segunda-feira (23), um termo aditivo do Convênio de Cooperação Técnica.

Com o aditivo, o convênio entre as duas instituições, firmado em março de 2014, dará continuidade à pareceria já firmada, com vistas a implantação de 60 vagas para os cursos de Especialização em Gestão Pública (10), Gestão Escolar (25), e Educação Inclusiva (25), por meio do ensino a distância, intermediado pelo Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANET).

Para o reitor, esta parceria, que já acontece com a SEDUC em diversos campos de atuação, “hoje se materializa em mais este passo importante na valorização e formação dos profissionais da educação”, ressalta. Segundo ele, isso representa um grande esforço sem ônus para esses profissionais. “É o Estado do Maranhão fazendo um investimento na formação dos seus servidores”, declara o professor.

De acordo com o secretário Felipe Camarão é um convênio histórico, marcante??????????????????????????????? e fundamental para a rede estadual de educação, porque há muito tempo não havia uma parceria nesses moldes entre a UEMA e a Secretaria de Educação, visando ofertar formação de pós-graduação para professores e servidores, sem custos.

“É fundamental para a nossa rede porque é meta do Plano Nacional de Educação e meta pessoal do governador e minha, valorizar os nossos professores, através de cursos de formação e, especialmente, neste caso, dessas especializações, que vão servir para atualizá-los e valorizá-los financeiramente, já que eles receberão uma gratificação, que será incorporada ao salário para a aposentadoria”, informa o secretário.

Segundo a coordenadora do UEMANET, Ilka Serra, o curso Gestão Pública é a distância, mas tem momentos presenciais, pode até ser considerado semipresencial porque toda parte de avaliação, seminários, o próprio TCC, que os alunos vãao ter que apresentar no final do curso funciona dessa maneira. Já os cursos Gestão Escola e Educação inclusiva são totalmente novos e, também, são a distância. “Os cursos de Gestão Escolar e Educação inclusiva são para professores da rede estadual, logicamente que oferecemos um percentual para servidores da universidade e alguns professores da casa que têm interesse nessa formação”, explica a professora.

Texto: Alcindo Barros



Últimas Postagens - Array / noticias-uema