UEMA ingressa na Ecoliga


Por em 23 de novembro de 2017



IMG_8727

Tribunal Regional do Trabalho – 16ª região, Tribunal Regional Eleitoral, Tribunal de Justiça, Justiça Federal, Tribunal de Contas, Ministério Público e Universidade Federal do Maranhão são partícipes da liga no Maranhão

Na tarde dessa quarta, 22, a Universidade Estadual do Maranhão assinou o protocolo de adesão ao Termo de Cooperação Técnica – Ecoliga, que visa ao aprimoramento da gestão socioambiental das entidades participantes e o desenvolvimento sustentável.

A UEMA é a oitava integrante da liga, que já tem adesão do Tribunal Regional do Trabalho – 16ª região, Tribunal Regional Eleitoral, Tribunal de Justiça, Justiça Federal, Tribunal de Contas, Ministério Público e Universidade Federal do Maranhão.

O desembargador Jorge Rachid Mubárack Maluf, presidente da comissão gestora  do plano de logística sustentável do TJ-MA, no ato representando o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Desembargador Cleones Carvalho Cunha, afirmou que a UEMA já tem ações memoráveis de sustentabilidade e está preparada para ingressar na Ecoliga.

“Estamos aumentando nosso poder de ação com a entrada da UEMA. Não podemos perder a oportunidade de fazer um mundo melhor. A terra é nossa casa, logo, essa é mais uma razão para nos preocuparmos com o meio ambiente. A mudança deve estar dentro de cada um de nós. É tão fácil ter atitudes sustentáveis e por que quase ninguém o faz?” questionou. “A UEMA certamente foi uma grande aquisição para a Ecoliga”, completou o desembargador Maluf.

Durante a cerimônia, o vice-reitor da UEMA, Walter Canales Sant’ana, relembrou que a UEMA, em 2015, assumiu o desafio de criar a primeira Assessoria de Gestão Ambiental (AGA) da Instituição. “Desde então a AGA, por meio de sua aguerrida equipe, vem desenvolvendo uma brilhante ação de integração das ações ambientais e as ações universitárias.  Essa Assessoria tem atuação em diversos setores da UEMA, como o Restaurante Universitário. A AGA está em campanha também pelo uso sustentável do papel na Universidade. Além disso, foram os responsáveis, juntamente com a Prefeitura de Campus, pela criação do Bosque do Campus PAULO VI, um lugar aprazível que integra comunidade acadêmica á comunidade do entorno”, destacou Sant´ana.

Segundo ele, todas essas ações fizeram com que a UEMA fosse contemplada com o selo verde da A3P Concedida pelo Ministério do Meio ambiente, bem como ser pleiteada a conquistar um lugar na importante Ecoliga.

“Todo esse caminhar fez com que a UEMA estivesse hoje na Ecoliga. Nada mais insensato que, em um mundo cada vez mais frágil, fiquemos assistindo de forma pacífica a destruição do nosso meio ambiente. Temos que agir. E nossas instituições devem ser um instrumento importante na mudança de uma cultura racional e ecologicamente correta. A UEMA estará unida a todos da Ecoliga no esforço de construir um mundo melhor para a geração futura” concluiu.

Compuseram também a mesa do evento, o procurador geral de justiça do Maranhão, Luiz Gonzaga Coelho, a juíza Gabriele Bouman, no ato representando o presidente do TRT 16ª região James Araújo Farias, o diretor geral do TER, Flávio Costa, representando o presidente do ógão, desembargador José Barros Sousa, o vice reitor da UFMA, Fernando Carvalho Silva e o  superintendente da secretaria municipal de meio ambiente, Breno Cruz, no ato representando o prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Junior.

Após a assinatura do protocolo de adesão ao Termo de Cooperação Técnica – Ecoliga, a coordenadora de gestão ambiental e social do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e territórios, Adriana Moreira Ribeiro, ministrou a palestra “desafio e resultados do plano de logística sustentável”.

IMG_8783

Posteriormente, placas de reconhecimento foram entregues aos representantes das instituições que compõem a Ecoliga.

Por: Walline Alves

Fotos: Edson Ferreira



Últimas Postagens - Array / noticias-uema