CESC comemora 50 anos de existência


Por em 26 de fevereiro de 2018



???????????????????????????????Na última sexta-feira (23), o Centro de Estudos Superiores de Caxias (CESC), da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realizou, em sua sede, uma importante cerimônia de comemoração dos seus 50 anos de existência, com uma vasta programação.

Na ocasião, o reitor Gustavo Pereira da Costa, acompanhado da diretora do Centro, Valéria Pinheiro, assinou as ordens de serviços da obra do novo Herbário e da liberação de vagas para concursos de professores. E, continuando com as ações, o vice-reitor Walter Canales fez a apresentação do projeto do novo prédio administrativo do CESC, que terá uma nova fachada e outras melhorias.

Aproveitando a oportunidade, a professora Valéria fez o lançamento do Logotipo em homenagem 02aos 50 anos do CESC, que será utilizado durante todo este ano de 2018 nos documentos oficiais do Centro.

O professor Gustavo entregou, ainda, à direção do Centro, um veículo novo, marca Fiat Estrada, adquirido com recursos de convênio com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), descerrou a placa de inauguração do novo Laboratório Lúdico-Pedagógico e visitou o Laboratório de Geocartografia.

Para o reitor, tudo isso representa os avanços que o Centro tem conquistado ao logo desses 50 anos.  “Estamos aqui para reafirmar o compromisso da UEMA com Caxias e, também, por meu intermédio, uma manifestação pública e inequívoca do orgulho que é pra UEMA ter o CESC dentro da sua estrutura, e com esta consolidação de meio século de existência de relevantes serviços educacionais prestados à população não só de Caxias, mas de toda a região”, declarou o reitor.

De acordo com a diretora Valéria Pinheiro, o próprio histórico do CESC mostra o crescimento que a05 instituição teve nesse período de 50 anos. Ela afirma que o Centro se desenvolveu, ampliou seus cursos, seu quadro de professores, qualificou professores, e melhorou sua estrutura em todos os aspectos, especialmente no que se refere às salas de aula e laboratórios. “Podemos dizer que contribuímos com o desenvolvimento do estado na formação de centenas de profissionais não só de Caxias, mas de outras cidades do Maranhão e de outros estados, que hoje estão muito bem colocados no mercado de tralho. Esses avanços só acontecem pela participação e o trabalho dedicado dos nossos professores, alunos e funcionários”, afirma Valéria.

Conforma explica o presidente do DCE e aluno do Curso de História, Adão da Silva Severino, o Centro evoluiu bastante nesses 50 anos. “o Campus, que antes, era só uma estrutura pequena, hoje tem uma estrutura enorme e já é considerado o 2º maior da UEMA. Nós alunos, temos muito que comemorar, tivemos a construção de nossos laboratórios, bolsas de pesquisas, mestrados e concursos para professores, com todos esses avanços, só temos a agradecer”, disse.???????????????????????????????

Segundo a ex-professora e ex-diretora do CESC, Valquíria Fernandes, de 1970 até o momento, a UEMA em Caxias, melhorou muito. “Estamos bastante satisfeitos com o crescimento do Centro, hoje temos mestrados e vários professores com títulos de mestres e doutores. Então, houve uma evolução muito grande. Eu, particularmente, vejo nosso Campus com enorme perspectiva de futuro, ele só tem a crescer cada vez mais”, compreende Valquíria.

CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE CAXIAS – sua história começa com a Faculdade de Formação de Professores de Ensino Médio (FFPEM). Criada pela Lei 2.821, de 1968, com a finalidade de formar professores em cursos de licenciatura para lecionar no primeiro ciclo do ensino secundário, ela só veio a funcionar em 1970, com cursos regulares e parcelados em período de férias, sob a coordenação pedagógica da Missão Docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da Universidade de São Paulo (USP).

Em 1972, por meio da Lei 3.260, foi instituída a Federação das Escolas Superiores do Maranhão (FESM), com a finalidade de coordenar e integrar os estabelecimentos isolados do sistema educacional superior do Maranhão. Em 1981, com a Lei 4.400, a FESM foi transformada em UNIVERSIDADE ESTADUAL DO MARANHÃO, e a Faculdade 04de Educação de Caxias passou a ser Unidade de Estudos de Educação de Caxias (UEEC).

Na gestão de Luciano Moreira (1993/94), por força das Leis 5.921 e 5.931, houve a reforma administrativa da UEMA. Com essa reforma, aconteceu a mudança do nome de Unidade de Estudos de Educação de Caxias para CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE CAXIAS (CESC).

Hoje, o CESC conta com 16 cursos de graduação, licenciatura e bacharelado, em diversas modalidades, um programa de pós-graduação com curso de mestrado, uma comunidade acadêmica com cerca de 1.700, entre professores, alunos e servidores.

As comemorações contaram com a presença dos pró-reitores Gilson Mendonça (PRA) e Roberto Serra (PROPLAN), da coordenadora de Pós-Graduação, Rita Seabra, representando a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG), assim como de assessores, professores, alunos, servidores e convidados.

Texto: Alcindo Barros



Últimas Postagens - Array / noticias-uema