UEMA realiza III Encontro de Coordenadores da UNABI


Por em 28 de fevereiro de 2018



O Reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa, na abertura do III Encontro de Coordenadores da UNABI. Foto: Gustavo Sampaio.

O Reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa, na abertura do III Encontro de Coordenadores da UNABI. Foto: Gustavo Sampaio.

Na manhã desta quarta-feira (28), a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), por meio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis (PROEXAE), realizou no auditório do Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais (Cecen), a abertura do III Encontro de Coordenadores do Programa de Formação Continuada Universidade Aberta Intergeracional (UNABI).

Com a finalidade de promover atividades socioeducativas que oportunizam a formação continuada, inserção social e qualidade de vida do idoso e do envelhescente – termo utilizado para os alunos do programa na faixa dos 50 anos -, proporcionando trocas de saberes, o programa tem como eixo norteador a promoção de atividades gerontagógicas intergeracionais.

Com programação até esta sexta-feira (2), também no Cecen, a terceira edição do encontro de coordenadores debateu sobre o crescimento da UNABI no Estado, além de pontuar as demandas localizadas nos municípios contemplados pelo programa. A abertura contou, ainda, com apresentação do Coral Vozes da UNABI, da UEMA.

A cerimônia de abertura foi iniciada pela coordenadora geral da UNABI, Efigênia Magda Moura. “O programa busca emponderar estes idosos por meio do conhecimento, permitindo que eles possam utilizar estas informações no seu cotidiano, para que seu envelhecimento seja ativo, para inseri-los como cidadão e cidadãs, tornando-os autores da própria vida”, reforçou.

O reitor da UEMA, Gustavo Pereira da Costa, analisou o crescimento do programa e a importância dele para o Maranhão. “As ações da UNABI são de grande alcance e dimensão para toda a sociedade maranhense. O entusiasmo dos coordenadores serve de força para que o projeto dê certo e enriqueça o conhecimento de todos os alunos. O programa, acima de tudo, é um programa de amor, que reúne e une pessoas”, analisou.

Apresentação do coral na abertura do III Encontro de Coordenadores da UNABI. Foto: Gustavo Sampaio.

Apresentação do Coral Vozes da UNABI na abertura do III Encontro de Coordenadores do programa. Foto: Gustavo Sampaio.

A evolução do programa, que, hoje, atinge 13 municípios maranhenses, foi um dos pontos comentados pelo pró-reitor da PROEXAE, Paulo Catunda. “Temos dificuldade, mas estamos superando e evoluindo constantemente. Os coordenadores tem agarrado o projeto, tornando-os seus. A PROEXAE se sente muito feliz em ajudar neste projeto da UNABI”, afirmou.

“A UNABI pra mim foi outro modo de vida. Hoje, eu vivo a minha juventude e a minha terceira idade. Estou vivendo tudo que nunca havia vivido. Tinha dificuldade de conviver com outras pessoas, de me expressar. Agora, com este programa, tenho criado amizades, participado de várias atividades. Me senti abraçada pela UEMA”, comemorou Terezinha Mota Silva, de 63 anos, uma das alunas da UNABI.



Últimas Postagens - Array / noticias-uema