Campus Timon é sede do IV Seminário da Graduação, IV Seminário sobre Inclusão na Educação Superior e II Jornada dos Núcleos Docentes Estruturantes


Por em 7 de março de 2018



DSC_0081

Na noite de ontem (6), aconteceu no Campus Timon, a solenidade de abertura do IV Seminário Temático da Graduação, IV Seminário sobre Inclusão na Educação Superior e a II Jornada dos Núcleos Docentes Estruturantes, com o tema Diversidade, Inclusão e Política de Cotas.

O evento da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), organizado pela Pró-Reitoria de Graduação (PROG), Núcleo de Acessibilidade (NAU) e pela direção da Campus Timon, tem como objetivo abordar questões que fazem parte dos debates atuais e colocam o Ensino Superior cada vez mais atrelado às necessidades sociais do Brasil.

Durante a solenidade, o reitor Gustavo Costa enfatizou a importância da integração para produção de conhecimento e fortalecimento acadêmico.

“A UEMA se revigora em momentos como este por entender que somos este espaço coletivo, que se engrandece em importância todas as vezes que nos reunimos. Estes dias serão capazes de fornecer novos alicerces, novas bases de reflexão, na certeza que estamos avançando na direção dos melhores ideais que inspiram uma Universidade”, disse.

A diretora do Campus Timon, Edite Sotero, parabenizou o empenho de todos os envolvidos na organização e desejou um ótimo evento. “Que esses dias sejam grandiosos para nossa comunidade acadêmica”, disse.

ParaIMG_20180306_194913430 a pró-reitora de Graduação, Andréa Araújo, realizar o evento no Campus Timon é interessante por ser um campus em expansão.

“O Seminário tem caráter de itinerância. O Campus Timon, que é um campus em expansão e teve um aumento considerável de vagas no último PAES, foi escolhido para ser a sede desta edição, e aqui teremos uma rica programação”

E, ao falar sobre o tema e a junção de momentos de discussão durante estes dias, complementou: “Em virtude da abordagem que a graduação tem, sua transversalidade, educação inclusiva e os núcleos docentes estruturantes, que são um nível estratégico que entendemos para a UEMA e para o empoderamento e fortalecimento dos cursos de graduação, escolhemos a temática confluindo essas percepções. Diante da diversidade desses três grandes grupos de discussões, teremos momentos muito ricos, com muitas palestras e oficina”.

O assessor da PROG e coordenador geral do evento, João Gouveia, expressou contentamento sobre a edição desteIMG_20180306_194353850 ano ser em Timon. “É a segunda vez que fazemos uma edição fora do Campus Paulo VI, isso ratifica a política de interiorização proposta por esta gestão e valoriza os outros campi da UEMA. As inovações relacionadas às questões pedagógicas e metodológicas que discutimos em São Luís também serão debatidas durante aqui, democratizando a construção de novos conhecimentos”, comentou.

Após a solenidade, aconteceu a palestra de abertura sobre o tema “Rei da Derivada, Summaê e Trezentos: Aprendizagem ativa e colaborativa”, ministrada pelo prof. dr. Ricardo Fragelli, da Universidade Nacional de Brasília (UNB).

Ricardo Fragelli compartilhou algumas experiências durante sua carreira de docência e também impulsionou os participantes a refletirem sobre o processo de aprendizagem ativa e colaborativa, ressaltando o uso de metodologias inovadoras.

DSC_0083

DSC_0034

Bolsa de Monitoria do Programa Reforço e Oportunidade de Aprender

Ainda durante a solenidade, foi assinada pelo reitor Gustavo Costa a Resolução 256/2018 CAD-UEMA para liberação  de 132 bolsas de Monitoria, do Programa de Reforço e Oportunidade de Aprender, a serem ofertadas no decorrer de 2018 pela UEMA.
As Bolsas nos valores de R$ 400, R$ 700 e R$ 1000, variam de acordo com a carga horária.

IMG_20180306_195625055 (1)

DSC_0063

Por: Débora Souza



Últimas Postagens - Array / noticias-uema