UEMA recebe palestra sobre Qualificação de Conselhos de Direitos e Organizações da Sociedade Civil


Por em 28 de março de 2018



IMG_1440

(Foto: Edison Costa / ASCOM)

O evento ocorreu, nesta terça-feira (27), no auditório do prédio de Ciências Biológicas do campus de São Luís e teve como objetivo a capacitação da Rede de Proteção ao Idoso do Maranhão. Com presença de promotores, defensores públicos e conselheiros estaduais e municipais, além de demais instituições de proteção ao idoso, em que foi apresentado possibilidades que podem ser alcançadas por meio de projetos apoiados por Leis de Incentivo.

 A agenda durou todo o dia e foram abordados assuntos como:

– panorama dos incentivos fiscais do Maranhão

– introdução aos incentivos fiscais federais

– Diagnóstico dos Conselhos da Criança e do Adolescente e do Idoso de São Luís, Maranhão

– Modelos de regulamentação dos Fundos da Criança e do Adolescente

– Novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil e os Fundos

Segundo a Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), “Na teoria, a captação de recursos é o processo estruturado desenvolvido por uma organização para pedir as contribuições voluntárias de que ela precisa, sejam eles financeiros ou outros recursos, buscando doações com indivíduos, empresas, governos, outras organizações etc”.

Na prática, capacitação de recursos significa ter uma equipe dedicada a pensar ideias criativas para trazer as doações aproximar a organização da comunidade, defender que ela seja o mais transparente possível, etc”.

IMG_1458

(Foto: Edison Costa / ASCOM)

Com isso, a programação, coordenada pela equipe do Nexo, uma empresa que tem o objetivo de conectar investidores sociais, terceiro setor, governo e sociedade de forma a gerar valor compartilhado e impacto social, realizou um dia inteiro com diálogo, compartilhamento de conhecimento e informação para os presentes exercerem de maneira correta a capacitação de futuros projetos.

Segundo Gustavo Campos, essa é uma oportunidade interessante para as pessoas de São Luís: “Este programa de capacitação tem como objetivo levar o conhecimento sobre incentivos fiscais e fundos da criança e do adolescente e do idoso também. Com isso a nossa ideia é possibilitar esse conhecimento para regulamentar e atrair recursos para ser aplicado em projetos, iniciativas, etc”.

“Nesse primeiro passo queremos mostrar que existem recursos para ser aplicados, existem, também, empresas que querem fazer este tipo de investimento e maneiras de trazer estes recursos para o Maranhão, região essa que fica fora do eixo Rio-São Paulo”, complementa Gustavo Campos.

Já segundo a professora Efigência Magda, coordenadora geral da Universidade Aberta Intergeracional (UNABI), é um passo promissor para a UEMA participar de um momento como este: “O objetivo da UNABI é o diálogo entre gerações e assim valorizar, principalmente, os idosos de acordo com suas competências e troca de experiências (com os jovens)”.

As atividades envolvendo a UNABI é esse compartilhamento de conhecimento e competências com o intuito de desencadear uma relação de respeito mútuo: “Um dos principais problemas que os idosos sofrem é com relação a violência, muito deles sofrem com isso. Nós queremos diminuir a violência com idosos com a educação, valorização e autonomia dos idosos para lidar com questões tanto campo da família, quanto na área profissional”, comenta a professora Efigência Magda.

“Este evento é importante para que nós da UNABI possamos entender o trabalho dos conselhos tutelares e aproximá-los conosco e assim inserir um intercâmbio entre a universidade e a sociedade civil”, conclui a professora Efigência.

*Por Jonas Sakamoto



Últimas Postagens - Array / noticias-uema