UEMA e UNESCO realizam oficina “Jovens Protagonistas na Sustentabilidade”


Por em 5 de abril de 2018



IMG-20180404-WA0068A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), por meio do Projeto Pesca Sustentável na Costa Amazônica (Projeto PeSCA), realizaram no período de 24 a 25 de março, a aula de Vivência em Navegação e Pesca em conjunto com a VIII Oficina de Jovens Protagonistas na Sustentabilidade, no município de Carutapera.

O evento aconteceu na comunidade Praia de São Pedro, onde recebeu os jovens da comunidade local e também acolheu os discentes da turma de Vivência em Navegação e Pesca, promovendo, assim, a interação entre discentes e comunidade, contando, ainda, com a presença de lideranças locais e os pescadores artesanais.

De acordo com o professor Kaio Lima, do Curso de Engenharia de Pesca UEMA, a oficina de Jovens Protagonistas naIMG-20180404-WA0070 Sustentabilidade, que é um módulo paralelo ao Projeto PeSCA, tem como finalidade o trabalho de forma multidisciplinar do empoderamento de jovens pescadores e filhos de pescadores. Ele explica que a iniciativa trata da formação destes jovens de forma continuada, com realização desde oficinas sobre conhecimentos políticos, passando por discussões sobre a biologia e a ecologia de organismos pescados, até a educação ambiental para uma gestão mais politizada e sustentável.

“É importante ressaltar que o Projeto PeSCA trabalha com a construção e consolidação de cadeias produtivas sustentáveis de espécies de camarões e caranguejos desde 2015, em três estados (Maranhão, Amapá e Pará) e que a partir dos resultados de diagnósticos realizados, teve-se como produto a necessidade de trabalhar com os jovens das localidades, tendo em vista o apontamento de uma alta evasão dos mesmos de suas comunidades”, disse o professor.

Kaio esclarece que a oficina teve como linha de realização, a troca de conhecimentos e experiências entre a comunidade e academia, onde a UEMA foi inserida na programação, através da turma de 2018.1, da disciplina de Vivência em Navegação e Pesca, do Curso de Engenharia de Pesca, que foram assistidos pelo consultor da UNESCO e responsável pela didática, Leonardo Rodrigues; pela coordenadora Estadual do projeto, Leuzabeth Silva e por ele Kaio, que é professor da disciplina. “O encontro está correlacionado ao objetivo geral da oficina, que é a formação técnica, política e ambiental dos jovens”, lembra.

O professor Kaio completa, declarando que os próprios estudantes relataram durante a fase de avaliação do encontro: “Atividades como esta, que inserem a academia na realidade das comunidades que tanto contribuem não somente para a economia do estado, mas também para a cultura, uma vez que as comunidades pesqueiras são características da descrição de identidade do Estado do Maranhão, são de extrema importância para a formação não apenas tecnológica do estudante, mas também a formação político-social”.

Texto: Alcindo Barros



Últimas Postagens - Array / noticias-uema