UEMA é habilitada a receber 439 bolsas dos Programas de Residência Pedagógica e de Iniciação à Docência da CAPES


Por em 30 de maio de 2018



Portrait of smiling teacher holding notebooks in classroom

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulgou nessa terça, 29, a quantidade de cotas de bolsas dos Programas de Residência Pedagógica e de Iniciação à Docência- PIBID.

A Universidade Estadual do Maranhão foi habilitada a receber 439 bolsas para aperfeiçoar a formação de discentes de cursos de licenciatura, sendo 240 para o programas de Residência Pedagógica e 199 para o PIBID.

O Programa Residência Pedagógica tem como designo aperfeiçoar a formação dos discentes de cursos de licenciatura, por meio do desenvolvimento de projetos que fortaleçam o campo da prática e conduzam o licenciando a exercitar de forma ativa a relação entre teoria e prática profissional docente, utilizando coleta de dados e diagnóstico sobre o ensino e a aprendizagem escolar, entre outras didáticas e metodologias; além de induzir a reformulação do estágio supervisionado nos cursos de licenciatura, tendo por base a experiência da residência pedagógica.

O PIBID, por sua vez, visa incentivar a formação de docentes em nível superior para a educação básica; contribuir para a valorização do magistério; elevar a qualidade da formação inicial de professores nos cursos de licenciatura, promovendo a integração entre educação superior e educação básica; entre outros.

Para o reitor Gustavo Costa, esse resultado reflete o esforço de toda uma equipe. “ Congratulo as coordenadoras dos Programas, a toda a equipe da pró-reitoria de Graduação, as professoras do CECEN, Ana Lucia Duarte e Fabíola Santana e os Centros que apresentaram propostas. Inauguramos, assim, uma nova etapa na preparação dos nossos estudantes das licenciaturas. Avançando sempre!” concluiu.

Por: Walline Alves



Últimas Postagens - Array / noticias-uema