Pórtico da UEMA é inaugurado


Por em 23 de outubro de 2018



IMG_1526

Lema do brasão da Instituição “Scientia ad Vitam” dá as boas vindas a todos que ingressam na universidade

O novo pórtico de entrada da cidade universitária Campus Paulo VI (UEMA) foi inaugurado nesta terça, 23, com a presença do governador do Estado, Flávio Dino, do vice-governador, Carlos Brandão, do reitor da UEMA, Gustavo Costa, do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Davi Telles, além de representantes da prefeitura, pró-reitores e de toda a comunidade acadêmica.

IMG_1474

Flávio Dino, governador de mais assídua presença na Universidade Estadual do Maranhão, afirmou que o pórtico é o símbolo de um novo momento para a Instituição e frisou que a universidade pública e gratuita é fundamental para o desenvolvimento do Brasil e do Maranhão. “O que é público, por ser de todos, tem que ser bonito, tem que ser à altura do povo do Maranhão. Essa universidade é um dos caminhos de realização de justiça social no Maranhão, de combate à desigualdade e de abertura e oportunidades para pessoas que, se tivessem que pagar, aqui não estariam. Universidades públicas e gratuitas representam o caminho que interessa ao Maranhão. Lutarei sempre contra  propostas danosas de ensino de graduação pago em universidades públicas”, frisou.

“Desde o início, temos investido muito na UEMA, tanto em infraestrutura, como na nomeação de centenas de novos professores para que a universidade pudesse recompor seus recursos humanos, além da ampliação de vagas na graduação, com oferta de mais de 40% de vagas gratuitas para nossos jovens maranhenses e aumento significativo nos cursos de pós-graduação”, sublinhou Flávio Dino.

A obra entregue compõe um conjunto de investimentos na UEMA na ordem de 40 milhões de reais, que envolve construções e reformas de prédios e laboratórios de ensino e pesquisa em diversos campi da UEMA, em todo o Maranhão. O governo e a universidade visam, sobretudo, promover um maior desenvolvimento do ensino e da pesquisa no Estado.

O reitor, Gustavo Costa, ressaltou que o governo e a universidade inauguram hoje muito mais que um grandioso conjunto arquitetônico. “O pórtico é a entrada principal de um palácio, de um templo. O novo pórtico da UEMA representa a entrada do templo do conhecimento, da ciência, das memórias populares, da democracia, do povo do Maranhão. É um palácio da cidadania. Logo na entrada, temos o nosso brasão, cujo lema é “Scientia ad Vitam”, ou seja, conhecimento da vida. Aqui começa o sonho dos maranhenses, aqui começa o sonho de conhecimento para a vida. Não é conhecimento para intimidação, para a tortura, para o preconceito. Nosso pórtico é grandioso sim, pois representa que estamos sempre de portas abertas para quem deseja ingressar na universidade estadual do Maranhão”, pontuou.

Quanto ao projeto arquitetônico, a prefeita de Campus, Fabíola Aguiar, destacou que os quesitos de segurança e de identidade da Universidade foram pontos chave. “Valorizamos a arborização do Campus e pensamos em um projeto que tivesse características de resistência, durabilidade e fácil manutenção. Isso tudo sem abrir mão de uma concepção minimalista e contemporânea”, disse.

A prefeita de Campus destacou ainda outros aspectos do pórtico: “o concreto protendido venceu o grande vão da cobertura, a viga de aço compôs a fachada sustentando simbolicamente o peso que tem o nome de nossa Universidade, o vidro e o gradil aparecem sutilmente para equilibrar o conjunto dando leveza e nobreza, já que os materiais robustos como o concreto e o aço e as instalações ficaram aparentes propositalmente. E o resultado é este”

IMG_1419

O arquiteto responsável pelo projeto do pórtico da UEMA é Gilberto Sátira Júnior, aluno egresso da casa, e o engenheiro civil é João Celso Marques, professor da Instituição. A obra foi feita pela Empresa Arcconstruções.

Por: Walline Alves

Fotografia: Rafael Carvalho



Últimas Postagens - Array / noticias-uema