Workshop em comemoração aos 20 anos da EaD na UEMA encerra com roda de conversa


Por em 10 de dezembro de 2018



Marcelo Cheche falando O último dia do Workshop A EaD na sociedade contemporânea: convergindo estratégias virtuais e presenciais de ensino”, que aconteceu entre os dias 5 e 7 de dezembro, no Rio Poty Hotel, teve uma roda de conversa com representantes de secretarias estaduais da Educação e de Ciência e Tecnologia; e do pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Marcelo Cheche.

Esse evento encerra as comemorações aos 20 anos de atuação da UEMA na área de educação a distância através do Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMAnet). Durante este ano, foram realizadas várias edições do evento em 34 polos do UEMAnet distribuídos pelo Maranhão.

A roda de conversa foi mediada pelo professor Alisson Barbosa da Silva, da UEMA Campus Caxias; e contou com as participações do pró-reitor Marcelo Cheche, do secretário de Estado da Educação (SEDUC), Felipe Camarão; e do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Davi de Araújo Telles.

Eles abordaram questões relacionadas às áreas nas quais atuam e destacaram a importância de como integrar cada vez mais tecnologias inovadoras ao ensino e pesquisa. Além disso, suscitaram reflexões sobre a contribuição da educação a distância para democratização do ensino em áreas remotas do Maranhão e além das fronteiras estaduais.

O pró-reitor Marcelo Cheche mencionou a aprovação de uma rede de mestrados profissionais composta por oito instituições de Ensino Superior, entre as quais está  a UEMA, para oferta de mestrados profissionais.

“A UEMA é a única do nordeste participante dessa rede. A partir da Rede Profissional de Educação Inclusiva, teremos o desafio de trazer muito mais as discussões relacionadas à atuação do UEMAnet para dentro do stricto sensu”, ressaltou.

Para o secretário Felipe Camarão  “O desafio dos educadores e educadoras, principalmente da educação básica, é estar conectados também para prestar um serviço de qualidade”.

“Nós da SEDUC já estamos fazendo uso de tecnologias educacionais (app e plataformas educacionais), inclusive com utilização de aplicativos para correção de provas e lançamento de notas na caderneta. Além disso, temos um curso ead para gestores”, disse.

Sobre as ações da Secti, o secretário Davi Telles enfatizou: “Vivemos em um país continental com um imenso desafio de acesso ao Ensino Superior. Temos que procurar soluções para essa situação criando meios para todos aqueles que querem ingressar no Ensino Superior. Se queremos convergir estratégias presenciais e virtuais, temos que dar maior ênfase as autoavaliações. Precisamos ouvir reclamações e sugestões de gestores, alunos e professores, enfim, ser protagonistas nesse processo para utilizarmos a tecnologia de modo adequado na educação”.

“Temos a certeza de que fizemos muito e a convicção que ainda teremos muito o que fazer pela educação democratizada ao povo maranhense”, ressalta a coordenadora geral do UEMAnet, Ilka Serra.

Ao final da roda de conversa, a coordenadora Ilka Serra entregou kits EAD aos palestrantes. Na ocasião, também houve apresentações culturais.

plateia e palestrantes

Ilka entrega kits ead aos palestrantes

Por Débora Souza

Fotos: Rafael Carvalho



Últimas Postagens - Array / noticias-uema