Estudantes participam do Circuito Sala Verde na UEMA


Por em 14 de fevereiro de 2019



CircuitoVerdeAGA2

(Foto: Jonas Sakamoto / ASCOM)

A Assessoria de Gestão Ambiental (AGA), da Universidade Estadual do Maranhão, recebeu nesta quarta feira (13) estudantes do ensino fundamental no projeto Circuito Sala Verde no Campus.

Cerca de 60 alunos do 6º e 7º ano da escola CENAZA participaram de uma programação educativa, que incluiu atividades como oficina de produção de mudas e visitas a laboratórios. Os estudantes também foram orientados sobre as ações de sustentabilidade realizadas pela AGA na Universidade.

O projeto Sala Verde é um espaço definido, vinculado a uma instituição pública ou privada, que poderá se dedicar a projetos, ações e programas educacionais voltados à questão ambiental.

Segundo a Assessora de Gestão Ambiental, Andrea de Araújo, o circuito Sala Verde é um espaço importante para a educação ambiental. “O projeto Circuito Sala Verde em parceria com o Ministério do Meio Ambiente, coloca nossa Universidade de portas abertas para educação ambiental aos estudantes, promovendo uma maior interação entre academia e ensino fundamental. É um espaço socioambiental, com ênfase na valorização científica”, destacou a assessora.

CircuitoVerdeAGA1
Durante a programação, universitários vinculados ao Laboratório de Extensão Rural (LABEX) apresentaram aos estudantes técnicas desenvolvidas na Fazenda Escola durante a produção de mudas. Na visita ao laboratório de morfofisiologia animal, os alunos puderam conhecer a Coleção de Tecido e DNA da Fauna Maranhense. Além disso, participaram junto aos universitários do processo de extração de DNA.

Segundo a professora de Ciências do Ensino Fundamental do CENAZA, Mara Lúcia de Sousa, a aproximação entre escola e universidade é uma construção mutua, e a possibilidade desse tipo de prática é importante para a formação dos alunos. “Tudo que o que foi passado aqui hoje complementa o que os alunos aprendem em sala de aula. É importante porque eles aprendem na prática a importância de manter o meio ambiente equilibrado e a relação que existe entre os seres vivos neste meio. Além disso é uma grande oportunidade para os alunos conhecerem a estrutura de uma universidade, que é caminho dos estudos deles”, afirmou a professora.

Para o estudante Mateus Ferreira o circuito sala verde é uma maneira divertida de aprender sobre educação ambiental. “Durante o passeio a gente pode conhecer mais sobre preservação, reciclagem, a importância de cuidar da plantas, muitas coisas legais. Achei muito bom, pois é uma maneira divertida e curiosa de aprender”.CircuitoverdeAGA3

Sobre o projeto

O Ministério do Meio Ambiente, por meio do Departamento de Educação Ambiental-DEA da Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental (SAIC), de acordo com a Política Nacional de Educação Ambiental e as diretrizes do Programa Nacional de Educação Ambiental (ProNEA) lançou a chamada publica para uma nova seleção de instituições, com atividades e projetos de educação ambiental não-formal, que pretendam participar do Projeto Salas Verdes.

A Universidade Estadual do Maranhão se candidatou a chamada nº 01/2017 – Criação de novas Salas Verde, do referido projeto do MMA, estando habilitada pelo mesmo a partir de 18 de Maio de 2018, a desenvolver o projeto de Sala Verde da UEMA, denominado doravante de “Circuito Sala Verde no Campus”, que promove o diálogo entre os diferentes saberes produzidos pelas diversas atividades da academia. Além disso, contribui diretamente com a formação no nível da graduação, visto que existe um espaço para socializar o conhecimento entre o “Circuito Sala Verde no Campus”, os graduandos em processo de estágio em Ciências Biológicas e os alunos do ensino fundamental e médio.

Cada Sala Verde é única, não há um padrão pré-definido, ficando ao encargo de cada instituição configurá-la à sua maneira, levando em consideração a identidade institucional e o público com quem trabalha, dialogando suas potencialidades com as particularidades locais e regionais.



Últimas Postagens