Colação de Grau em Caxias gradua mais de 120 formandos


Por em 29 de março de 2019



IMG_3784

A Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realizou na noite de ontem (28), a cerimônia de outorga de grau do Campus Caxias, que reuniu gestores, professores, familiares e amigos dos formandos.

A outorga foi concedida a 126 formandos dos cursos de Ciências Biológicas Licenciatura, Enfermagem Bacharelado, Física Licenciatura, Geografia Licenciatura, História Licenciatura, Letras Licenciatura, Matemática Licenciatura, Medicina, Pedagogia Licenciatura e Química Licenciatura.

O formando, Lucas Viana Oliveira, do curso de Física, foi o orador oficial dos concludentes da noite e durante seu discurso, agradeceu o apoio dos familiares, amigos e professores para concretização do objetivo. E questionou, “Afinal, qual a importância de se formar em um curso de nível superior? Bem, durante todo o período da escola aprendemos que o conhecimento e experiência são necessários para sermos produtivos na vida. E com o tempo observamos que ela nos transforma na vanguarda do conhecimento e da consciência, nos ajuda e nos prepara a enfrentar esse mundo que está faminto de novas ideias, por pessoas qualificadas e criativas, que trabalhem com intensidade e amor ao que fazem.”

IMG_3747A paraninfa da noite, a professora do curso de Letras, Erlinda Maria Bittencourt enfatizou, “sintam-se todos merecedores do maior prêmio dessa jornada de incansáveis e renovadas lutas diárias que é o podium da conquista do conhecimento e do saber. Tenham certeza de que somente através do conhecimento e de sua excelente aplicação, vocês não somente conquistarão o sucesso, mas realizarão muita mais do que possam imaginar”.

Em seu discurso, a diretora do Campus Caxias, Jordânia Maria Pessoa falou da responsabilidade dos recém-formandos em levar o nome da UEMA nas suas vidas profissionais: “Cada um de vocês levará o nome da UEMA e o conhecimento adquirido para ao longo da vida. Isso gera em nós uma responsabilidade ainda maior, pois estamos devolvendo para a sociedade os discentes que entraram. Lancem as sementes no caminho de vocês. A educação não tem preço, mas sua falta tem custo”.

Para o vice-reitor da UEMA, Walter Canales Sant’ Ana, a transformação de uma condição de discente para uma situação de licenciado ou bacharel tem uma significância profunda, pois este tempo ficará marcado para sempre por meio de boas recordações, pelas experiências, pelo amadurecimento que foi proporcionado. “Convido-os para o exercício de imaginação, olhando para o período de universidade e vendo nele a palavra gratidão. Gratidão aos pais, aos familiares, mestre e todos aqueles que contribuíram para essa jornada. Agora olhando para o seu futuro tenham a visão da palavra sucesso.”, destacou o vice-reitor.

Como forma de destaque e reconhecimento pelo desempenho durante a graduação, a UEMA torna pública a valorização do seu corpo discente e com isso, instituiu, por meio da resolução do Conselho Universitário, o título de Mérito Acadêmico. Este título é concedido aos alunos que alcançaram maior coeficiente de rendimento ao longo do seu curso de graduação.

IMG_3796Neste ano, o título de Mérito Acadêmico ganhou três colocações: o terceiro lugar ficou com a recém-graduada, Mikaelle Rocha Rêgo, do Curso de Geografia; o segundo lugar ficou com Bruna Carolynne Torres Muller, do Curso de Enfermagem e o primeiro lugar do Mérito Acadêmico foi Amanda Jaqueline Reis Pereira, do Curso de História.

Participaram da mesa da cerimônia, o vice-reitor da UEMA, Walter Canales Sant’ana; o pró-reitor de Planejamento e Administração, Roberto Serra; a diretora do Campus Caxias, Jordânia Maria Pessoa e o secretário de Cultura, Patrimônio Histórico, Esporte, Turismo e Juventude, Arthur Quirino da Silva Neto, representando o prefeito de Caxias.

Por: Karla Almeida
Fotos: Paula Lima



Últimas Postagens - Array / noticias-uema