LIGMA realizou último módulo do curso Práticas de gestão em pecuária de corte


Por em 5 de junho de 2019



IMG_3832

Os pecuaristas brasileiros estão investindo cada vez mais em tecnologia, além de zelar pelo controle sanitário e adotar modernas técnicas de manejo dos rebanhos. Diante disso, a Liga Acadêmica de Melhoramento Genético Animal (LIGMA) do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realizou na tarde de ontem (04), no auditório do curso de Medicina Veterinária, o último módulo do curso “Práticas de gestão em pecuária de corte”, com o intuito de produzir conhecimentos, aliando teoria e prática.

O curso foi ministrado pelo professor da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), José de Ribamar Souza Torres Júnior, Médico Veterinário pela UEMA e pós-doutor pela UFMG.

De acordo com a orientadora da LIGMA, professora Marília Martins, “a participação dos estudantes em Ligas Acadêmicas, indiscutivelmente, agrega valores a sua formação acadêmica e potencializa o aprendizado teórico-prático, sendo estes fatores que colocam o estudante como sujeito ativo em sua inserção no mercado de trabalho”.

O curso foi composto por cinco módulos semanais e teve como público-alvo produtores e acadêmicos, que ao final da capacitação poderão melhorar os índices produtivos das propriedades a gestão e administração.

SOBRE A LIGMA

 No segundo semestre de 2018 foi fundada a Liga Acadêmica de Melhoramento Genético Animal (LIGMA), a primeira liga acadêmica do Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Estadual do Maranhão.

A liga tem como objetivo complementar, atualizar, aprofundar e difundir conhecimentos e técnicas acerca do melhoramento genético animal, com ênfase na aplicação prática dessas competências voltadas à realidade produtiva atual, com o intuito de estimular estudantes dos cursos das Ciências Agrárias a acompanhar as práticas.

 “A criação e a participação da LIGMA possibilita uma melhoria no processo de aprendizado onde existe a oportunidade de absorver temas específicos e aprofundados, além de conviver com profissionais que atuam rotineiramente na área, buscamos proporcionar o aprendizado e as experiências importantes para a consolidação profissional de cada um dos ligantes”, explicou o presidente da LIGMA, Samuel do Nascimento Bringel.

 Ainda segundo Samuel Bringel, “a liga visa também promover eventos com palestrantes de renome, a fim de trazer informações que muitas vezes não eram percebidas e atendidas na graduação, tanto em relação ao mercado de trabalho, quanto em relação a descobertas recentes.”

 Atualmente a LIGMA tem como orientadora a professora Marília Albuquerque de Sousa Martins e conta com a participação de oito integrantes sendo eles: Samuel do Nascimento Bringel, presidente; Victória Torquato Fernandes dos Santos, Vice-presidente; Naylla Raquel Costa Leite, primeira secretária acadêmica; Lisa Hauane de Melo Santana, segunda secretária acadêmica; Bruno Demétrio Carvalho, diretor financeiro; Wayllba Assunção Barcelos, diretora de pesquisa e extensão; Raí Breno Serra Costa Everton, diretor de estágios; Ariela Silva Carvalho, diretora de comunicação e propaganda. E como ligantes: Marcela Santos de Castro e Héllen Clarice Chaves Costa.

 Por: Karla Almeida

Foto: Rafael Carvalho



Últimas Postagens - Array / noticias-uema