UEMA é indicada ao prêmio Darcy Ribeiro

PREMIO DARCY RIBEIRO

A Universidade Estadual do Maranhão foi indicada para concorrer ao prêmio Darcy Ribeiro de Educação 2019. O Prêmio é concedido pela comissão de Educação da Câmara dos Deputados e representa um reconhecimento a pessoas e instituições que são destaque em ações que promovem e defendem a Educação no Brasil. A indicação foi feita pelo Deputado Federal Gastão Vieira.

O deputado afirmou que a UEMA é motivo de orgulho para todo povo maranhense. “Nos tempos modernos de tecnologia e interação via internet, com as pessoas cada vez mais conectadas, precisamos reconhecer os avanços alcançados pelo Núcleo de Tecnologia de Educação a Distância da UEMA. Muitas pessoas não sabem, mas a Instituição foi a primeira do Nordeste e a oitava no Brasil a obter o credenciamento do Ministério da Educação para o ensino a distância”

A escolha dos agraciados é feita pelos membros da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

21 anos de história da EaD UEMA

A trajetória da Educação a Distância na Universidade Estadual do Maranhão teve como marco o curso “magistério 2001”, que visava a oferta do curso normal em nível médio, para formação de professores que atuavam nos municípios maranhenses.

Com base nessa experiência exitosa, a UEMA decidiu investir de forma mais decisiva na modalidade da educação a distância, na perspectiva de romper com os limites do sistema presencial de ensino que não conseguia chegar à maioria municípios maranhenses.

A partir do ano 2000, com a criação do núcleo de educação a distância (NEAD), a UEMA começou a estruturar os trabalhos da modalidade EAD. Assim, o NEAD assumiu a gestão de projetos de educação a distância, com o objetivo de oferecer formação profissional em distintas áreas do conhecimento, abrangendo os níveis médio e superior de graduação e pós-graduação (lato sensu), e, cursos de formação continuada.

Com os reais avanços que assinalaram essa trajetória, surgiu a necessidade de reestruturar o núcleo. O novo ciclo foi inaugurado em 2008 com a transformação do NEAD em núcleo de tecnologias para educação (UemaNet), ressignificando, assim, a sua área de atuação, ou seja, prestar suporte tecnológico ao ensino presencial e a distância.

Vale ressaltar, que ao longo de 21 anos de atuação com EAD, a UEMA, através de suas 35 unidades estratégicas, chamadas de polo de apoio presencial, conseguiu chegar, com seus cursos em praticamente 100% dos municípios maranhenses, e, até mesmo, aos estados vizinhos, com cursos técnicos, de graduação e pós graduação.

Por: Walline Alves

Compartilhar.