Alunos do UEMAnet polo Caxias mostram como reaproveitar alimentos

IMG_3569Alunos do Curso de Tecnologia de Alimentos do UEMAnet, Polo Caxias, realizaram, dia 30 de novembro, uma atividade referente à Semana Tecnológica. O tema foi “Aproveitamento Integral dos Alimentos: Menos Desperdício, Mais Saúde”. Diversas opções de receitas elaboradas por eles foram servidas para a degustação dos presentes. A Diretora do Centro, professora Jordânia Pessoa, acompanhou as demonstrações.

Segundo a professora/tutora da turma de 2019, Regina Suely Brandão, a “o evento tem como foco como se aproveitar um alimento, fazer seu reaproveitamento integral, mostrando como usá-lo em casa aproveitando o máximo possível, sem desperdiçar. Muitas vezes jogamos fora sua parte mais nutritiva”.

No evento, 11 grupos demonstraram como fazer o reaproveitamento a partir da casca, e em seguida a polpa. Os alunos visavam sensibilizar as pessoas a tornar isso uma prática sustentável, contribuindo para a preservação. As cascas desprezadas, por exemplo, podem se tornar esterco para adubar hortas. São um produto orgânico. Também pode ser feita a compostagem.

IMG_3591Entre as receitas oferecidas pelos alunos estavam: doce em calda da casca da melancia; suco verde; creme da casca do bacuri; bolo da casca do abacaxi; bolo da casca da banana, trufas de bacuri; mousse de bacuri; geleia light com casca de maçã; suco da casca do abacaxi com couve; geleia da casca de banana.

A aluna Joselma Lopes, que está terminando o curso, falou: “durante o curso nós, futuros profissionais, aprendemos de que forma devemos lidar com os alimentos. As situações envolvem questão de rótulo, embalagem, produção, elaboração e cuidados que devemos ter com nossa alimentação. Estamos no último período e tudo isso nos ajudou“.

Os acadêmicos informaram que o desperdício de alimentos atinge um terço de toda a comida produzida no mundo. Uma das causas é a política mercado financeiro que gera produção em excesso. Na cozinha de nossa o desperdício continua. Em todo o mundo, anualmente, 1,3 bilhão de toneladas de alimentos não são aproveitadas. No Brasil, segundo a ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) em 2016 os supermercados tiveram um prejuízo de R$ 7,11 bilhões em alimentos descartados.

Após a degustação as pessoas eram convidadas a preencher um formulário em que informavam suas impressões sensoriais do que haviam experimentado, como aroma e sabor.

 Por Emanuel Pereira

Compartilhar.