Assessoria de Gestão Ambiental em parceria com a Toyolex implanta a coleta seletiva de lixo eletrônico na UEMA


Por em 2 de abril de 2020



eleQuando um equipamento ou produto eletrônico seu precisa ser jogado fora, qual o destino você costuma dar para esses objetos? Se a resposta for o lixo comum, saiba que o descarte incorreto de lixo eletrônico gera sérios impactos ambientais e pode causar problemas de saúde para a população.

O descarte indevido desse material, como nos aterros sanitários, por exemplo, traz como principal consequência a liberação de substâncias tóxicas que compõem os aparelhos, como o chumbo, mercúrio, cádmio, berílio, entre outros, no solo, na água e no ar, contaminando esses recursos naturais prejudicando assim, a fauna e a flora.

Além dos impactos ambientais negativos, o lixo eletrônico também pode gerar problemas de saúde nas pessoas, pois a exposição a essas sustâncias que são liberadas pelos equipamentos podem causar problemas respiratórios, doenças cardiovasculares, hepáticas e danos no sistema nervoso.

Pensando nas consequências negativas do descarte incorreto desse material e em soluções que melhorem o meio ambiente, a Assessoria de Gestão Ambiental (AGA), da Universidade Estadual do Maranhão e a empresa Toyolex firmaram parceria para a destinação correta do lixo eletrônico.

“Com o avanço da tecnologia no mundo há um excesso de resíduo eletrônico que é produzido por materiais de origem inorgânica, como o cobre, alumínio, metais pesados que causam diversos problemas. Visto as consequências negativas desse tipo de resíduos, nossa Instituição só tem a ganhar com a doação de dois pontos de coleta seletiva (tonéis reutilizados), fruto desta parceria com a Toyolex. Esse simples ato faz com que o ambiente não fique poluído e ainda, favorece o reaproveitamento de materiais”, destacou a Assessora de Gestão Ambiental da UEMA, Andréa de Araújo.

A parceria faz parte do projeto “Consumo Consciente: Integração entre o Homem, Natureza e Tecnologias Sustentáveis” da empresa Toyolex que tem como intuito promover o engajamento da sociedade no consumo consciente, gerando assim uma maior percepção nas questões ambientais.

Além dos pontos de coletas, a parceria prevê ainda palestras com o propósito de aumentar a percepção dos acadêmicos frente às questões ambientais e a tecnologia híbrida, além de demonstrar os resultados práticos de tecnologias sustentáveis aos estudantes da UEMA, em especial aos dos cursos de Engenharia.

A ação, além de promover o descarte correto dos resíduos eletrônicos, dentro da Instituição e na comunidade do entorno, ajuda na redução dos impactos negativos no ambiente, também visa a adoção de práticas sustentáveis dentro da UEMA e em Cooperativas, por meio da reutilização dos materiais.

Os pontos de coleta dos materiais eletrônicos ficarão localizados no Ecoponto e no Núcleo de Tecnologias para Educação (UEMANet).

Sobre a Assessoria de Gestão Ambiental

A Assessoria de Gestão Ambiental (AGA) é um órgão hierárquico, responsável pelo gerenciamento ambiental na UEMA, criado em 2015 pela Reitoria. Atualmente a AGA conta com uma Assessora, e uma equipe administrativa composta por nove funcionários que trabalham com a elaboração e acompanhamento dos projetos desenvolvidos no Campus Paulo VI e demais Campi da Instituição.

Por Polyanna Bittencourt



Últimas Postagens - Array / noticias-uema