UEMA Literatura apresenta Poema e Poesia de estudantes


Por em 17 de outubro de 2021



                                                                     

Neste domingo (17), o UEMA Literatura apresenta o poema “Para você professor”, de autoria da acadêmica de Letras, Cristina da Silva e a poesia “Meu caos”, de autoria da acadêmica de Engenharia Agronômica, Gabriella Pinho de Carvalho.

                                                                                             

Poema –Para você professor, por Cristina da Silva

Desde o início da vida, recebemos formação.
O primeiro ensinamento vem de casa essa missão.
E assim vamos crescendo, recebendo uma lição.
Que estudar é o único caminho, para ter educação.

Ensinar é um dom, que carece vocação.
É fazer o planejamento, com toda dedicação.
Não é sobre perder tempo, é sobre amar a profissão.
Lecionar é um trabalho, pra levar educação.

Professor tu és um mestre, que forma o cidadão.
Uma virtude que eleva, e transforma uma nação.
Com você um aprendiz, passa ter outra visão.
Um país só vai pra frente, com uma boa educação.

Exerce seu trabalho, trazendo inovação.
Conquistando seus alunos, em cada avaliação.
Pra saberem que estudar, vai além da obrigação.
A universidade é este lugar, que promove educação.

Um talento descoberto, um professor na direção.
Educando como pode, sem nenhuma distinção.
O salário não compensa o tamanho da atenção.
O valor tá no prazer, de cuidar da educação.

Cada dia percebemos tão grande evolução.
Que esses mestres conquistaram, pela determinação.
Entre lutas e vitórias; conflito e manifestação.
Não há fronteira que o impeça, de ser o herói da educação.

Que alegria quando o aluno vê em te a inspiração.
Pra seguir os mesmos passos, ser a nova geração.
Desejar ser professor, dar sua contribuição.
Uma vida de entrega é zelar pela educação.

E a luta continua, com a tal legislação.
Afinal! Criar leis é muito fácil, difícil é a execução.
É uma classe que merece toda a consideração.
Políticas públicas que exaltem o poder da educação.

O professor é esse agente, que causa a transformação.
É quem dá o ensinamento, com a única pretensão.
De levar sabedoria com todo seu coração.
Não há coisa mais bonita, alguém levar a alegria, por meio da educação.

Nesta data oportuna, de homenagem e comemoração.
Sua arte nos anima a ter mais motivação.
Pra você professor, toda nossa gratidão.
Parabéns! Por todo dia assumir um compromisso, com a nossa educação.

                                                                                     

 

Poesia –Meu caos, por Gabriella Pinho de Carvalho

 

Meu caos tem uma imensidão presente,

Meu caos tem pedras,

Meu caos tem conversas inacabadas,

Meu caos tem brigas,

Meu caos tem perguntas sem respostas,

Meu caos tem uma genitora ausente,

Meu caos tem uma saudade imensa,

Meu caos tem as consequências das minhas escolhas,

Meu caos tem uma imensa tristeza,

Meu caos tem uma dor no peito,

Meu caos tem uma falta de ar constante…

Meu caos, somente meu, somente eu que sinto, somente eu que sei…Então como poderia você tentar me dizer que eu não deveria senti-lo? Como você poderia dizer que me entende? Como você poderia me dizer que eu sinto isso porque eu não tenho Deus?

É por isso que eu apenas me afasto, eu sinto o meu caos e eu o entendo, mas não vou morrer, eu escolhi não morar nele.



Últimas Postagens - Array / noticias-uema